domingo, 24 de setembro de 2017

Resultados da Semana Azul e Branca



Futebol:
Equipa principal – Na sexta o FC Porto recebeu o Portimonense, em jogo a contar para a 7ª jornada da Liga. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 5-2, sendo os golos portistas apontados por Marcano, Aboubakar, Marega e Brahimi (2).
Equipa B – Na sexta os B’S deslocaram-se ao terreno do Reading, em jogo a contar para a 1ª jornada da fase de grupos da Premier League International Cup. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 0-2, com golos de André Pereira.
Juniores A – Na sexta os sub19 receberam o Paços de Ferreira, em jogo a contar para a 5ª jornada da primeira fase do campeonato nacional de juniores A. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 4-0, com golos de Paulo Estrela, Junior Maleck, Fábio Vieira e João Mário.
Juniores B – No domingo os sub17 recebeu o Seia, em jogo a contar para a 5ª jornada da primeira fase do campeonato nacional de juniores B. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 9-0, com golos de Rafa, Major, Sousa (2), Tiago, Moisés (3) e Fábio.
Juniores C – No domingo os sub15 deslocaram-se ao terreno do Sporting de Espinho, em jogo a contar para a 5ª jornada da primeira fase do campeonato nacional de juniores C. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 0-3, com golos de Rafael Dias, Lucas Cândido e Rúben Ferreira.

Andebol:
No sábado o FC Porto recebeu o São Bernardo, em jogo a contar para a 4ª jornada do campeonato nacional de Andebol. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 43-20.


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Crónica e Análise: FC Porto 5 – Portimonense 2



1 – Crónica

No início de noite desta Sexta, o FC Porto recebeu o Portimonense, em jogo a contar para a 7ª jornada da Liga. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 5-2.
Para este encontro Sérgio Conceição apostou num onze composto por Casillas; Ricardo Pereira, Filipe, Marcano e Alex Telles; Danilo, Herrera, Corona e Brahimi; Aboubakar e Marega.
Por força da forma como o Portimonense se apresentou em campo, subido e sem medo, o FC Porto teve dificuldades em impor-se. Mas quando conseguiu, precisou apenas de seis minutos para construir uma vantagem confortável. Ao minuto 21, Marcano ativou o marcador. Apenas dois minutos depois, minuto 23, Aboubakar ampliou a vantagem. E ao minuto 26, foi a vez de Marega aumentar a vantagem. Com uma vantagem segura, os Portistas abrandaram o ritmo. Mas por outro lado, os algarvios, apesar de estarem em desvantagem, não desistiram da ideia de chegar ao golo e conseguiram-no ao minuto 36.
O Portimonense entrou no segundo tempo com o objetivo de voltar a marcar para assim, reduzir a desvantagem e dar trabalho aos Dragões. No entanto, o FC Porto não permitiu que os algarvios pusessem em prática esse objetivo e rapidamente trataram de aumentar a vantagem. Ao minuto 50, Brahimi fez o quarto golo da noite – já depois de ter tentado antes atirar à baliza. O argelino voltou a fatorar ao minuto 66, concluindo da melhor forma uma grande jogada dos portistas. Mas os algarvios viriam a conseguir fazer o segundo golo, ao minuto 73. Herrera ainda ficou perto de marcar, mas acertou na barra.
Com esta vitória o FC Porto soma 21 pontos e está na liderança do campeonato.

2 – Análise

Tendo em conta os jogos anteriores que o Portimonense fez, não se esperava um jogo fácil. E, de facto, não o foi, por muito que o resultado possa indicar que o FC Porto venceu com toda a facilidade do mundo. É, por isso, de louvar a atitude positiva com que o Portimonense veio ao Dragão. É que ao contrário de muitas equipas, não estacionou o autocarro e o atrelado à frente da sua baliza – se todos procurassem jogar assim frente aos grandes, o futebol português ganharia, seguramente - e mesmo a perder, nunca deixou de procurar chegar à baliza adversária. Com esta atitude positiva, o Portimonense acabou por deixar espaço nas costas da defesa, espaço esse que os avançados portistas aproveitaram da melhor forma. Foram cinco golos marcados, mas até podiam ter sido mais. No entanto, há que ressalvar que o Portimonense fez dois golos – foi a primeira equipa a conseguir fazê-lo no Estádio do Dragão esta época – e ficou perto, pelo menos, de conseguir fazer mais um. Pelo que parece-me que haverá necessidade de rever as dinâmicas defensivas. Mas Sérgio Conceição saberá isso melhor do que eu. Destaco, pois claro, os quatro marcadores de serviço: Marcano, Aboubakar, Marega e Brahimi.
Em suma, o FC Porto venceu um jogo difícil de forma justa, ainda que me pareça que, por tudo o que se passou em campo esta noite, se o resultado tivesse sido menos desnivelado, não me chocaria. Segue-se a Liga dos Campeões, com a deslocação ao Mónaco. Vamos Porto!




Crónica: Reading 0 – FC Porto B 2



No final de tarde desta Sexta o FC Porto B deslocou-se ao terreno do Reading, em jogo a contar para a 1ª jornada da fase de grupos, grupo E, da Premier League International Cup. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 0-2.
Para este jogo António Folha apostou num onze composto por: Mouhamed Mbaye, Diogo Dalot, Jorge Fernandes, Diogo Queirós, Rui Moreira, Luís Mata, Rui Pires, Moreto Cassamá, Anderson Canhoto, Ruben Macedo e André Pereira.
Depois de na época passada ter vencido a Premier League International Cup, o FC Porto B entrou da melhor forma na competição. O Reading esteve melhor no primeiro tempo, beneficiando de duas oportunidades claras de golo. Os portistas também estiveram uma vez perto de marcar, por intermédio de Luís Mata.  
No segundo tempo o FC Porto B entrou mais rápido e pressionando mais o Reading. Os B’S portistas estiveram duas vezes perto de marcar, antes do golo chegar. Ao minuto 81, André Pereira ativou o marcador. E o mesmo André, ao minuto 90, ampliou a vantagem, na transformação de uma grande penalidade.
Com esta vitória o FC Porto B soma 3 pontos e lidera o grupo E, do qual também fazem parte Arsenal e Bayern Munique.