segunda-feira, 29 de maio de 2017

Resultados da Semana Azul e Branca



Futebol:
Juniores A – no sábado os sub19 receberam o Sporting, em jogo a contar para a 13ª jornada da fase final do campeonato nacional de juniores A. No final do encontro verificou-se um empate a 1, com o golo portista a ser apontado por Xavier.
Juniores B – No domingo os sub17 deslocaram-se ao terreno da Académica, em jogo a contar para a 6ª jornada da fase final do campeonato nacional de juniores B. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 0-4, com golos de Ruben Moura, Cláudio Silva, Romário Baró e Vasco Paciência.
Juniores C – No domingo os sub15 receberam o Benfica, em jogo a contar para a 8ª jornada da fase final do campeonato nacional de juniores C. No final do encontro verificou-se a derrota dos Dragões por 1-6, sendo o golo portista apontado por João Pinto.

Hóquei:
No sábado o FC Porto deslocou-se ao terreno da Oliveirense, em jogo a contar para a 23ª jornada do Campeonato Nacional. No final do encontro verificou-se um empate a 6.

Basquetebol:
Na sexta o FC Porto deslocou-se ao terreno do Vitória de Guimarães, para o 3ª jogo das meias finais do playoff da liga portuguesa de basquetebol. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 70-95.




domingo, 28 de maio de 2017

O Que Eu Gostaria Que Fosse O Plantel Na Próxima Época



Depois de analisar o trabalho do treinador, depois de analisar o plantel e depois de olhar para aquilo que foi a época do FC Porto, é ora de olhar para o futuro. Assim, vou expressar o que eu gostaria que fosse o plantel na próxima época.
Ponto prévio. Seria excelente se o FC Porto não tivesse de vender as joias da coroa, permitindo que a equipa pudesse evoluir junta, porque não é difícil de perceber a importância que tem os jogadores conhecerem-se bem e ao sistema de jogo. Mas, infelizmente, sabemos que isso não será possível.
Vou, então, referir-me sector a sector.
Nota: os nomes antecedidos do sinal de (+) são aqueles que gostaria de ver no plantel da próxima época; os nomes antecedidos do sinal de (-) são os que, na minha opinião, poderiam dar lugar a outros; e os nomes que para além de um dos sinais referidos anteriormente tiverem um (*), são aqueles que irei fazer alguma referência.
Guarda-redes:
+*Casillas, +*José Sá e +*João Costa.
Na minha opinião os três guarda-redes não merecem qualquer dúvida ou contestação. José Sá tem margem de progressão, assim como João Costa que, tal como aconteceu esta época antes da lesão, deverá rodar na B. A única dúvida é Casillas. E é dúvida, porque falta perceber o que a SAD pretende fazer com o contrato do jogador. Casillas já manifestou-se disponível para continuar, colocando a decisão nas mãos da SAD. Na minha modesta opinião o guarda-redes espanhol deveria continuar, visto que é, claramente, o jogador mais experiente do plantel – e é necessário haver experiência; é alguém respeitado por todos – e aqui incluo não só os colegas, mas também adversários e equipas de arbitragem – por isso, para além de ficar, Casillas deveria envergar a braçadeira de capitão; para além de que a publicidade que o guarda-redes espanhol faz do clube não tem preço, ou por outra, poderá ter um preço alto e importante.
Defesa:
+*Marcano, +*Filipe, +*Boly, +*Alex Telles, +*Maxi, +*Layun
Basicamente eu gostava que fosse possível manter a defesa toda, mas sei que Filipe e, possivelmente, Alex Telles serão alvos de cobiça de tubarões desta europa, sobretudo o central. Para mim Marcano é indiscutível na próxima época. Boly, apesar de ter jogado pouco, por força da regularidade da dupla Filipe e Marcano, sempre que foi chamado não comprometeu. E, por isso, na minha opinião deveria manter-se no plantel. Quanto a Maxi, gostava que continuasse, mas com o possível regresso de Ricardo Pereira e a possibilidade de apostar em Fernando Fonseca, não sei se a continuidade do uruguaio se justifica a cem porcento. No que diz respeito a Layun, é uma opção válida para várias posições e, por isso, gostava que continuasse, mas tenho dúvidas se o mexicano irá manter-se, sobretudo tendo em linha de conta que Rafael Soares deverá regressar ao Dragão.
Meio campo:
+*Danilo, +Ruben Neves, +André André, +*Herrera, +Óliver, +Otávio, +*João Carlos Teixeira.
Sem dúvida que gostaria muito que Danilo continuasse de azul e branco e com o símbolo do FC Porto ao peito, mas tenho a consciência que andarão muitos clubes de olho e com o dinheiro pronto a bater a cláusula do comendador. Quanto a Herrera, gosto do jogador e gostaria que ficasse. Bem sei que é o patinho feio desta equipa, mas é um jogador que em forma é muito útil. Só que não sei até que ponto o trajeto de Herrera no FC Porto estará a chegar ao fim. Quanto a João Carlos Teixeira, não teve muito espaço esta época e, por isso, caso se mantenha o mesmo cenário para a próxima época, não sei se não será melhor o FC Porto emprestar o médio a uma equipa em que possa jogar com regularidade e evoluir. Algo que pelo que consta, já terá sido equacionado e poderá mesmo ser uma possibilidade real. No que se refere aos restantes quatro jogadores, é inegável o valor dos atletas e, por isso inegável a importância da presença no próximo plantel.
Ataque:
-* Diogo Jota, +Soares, +*André Silva, +*Rui Pedro, +*Corona, +*Brahimi e -*Depoitre.
Não me parece possível que o FC Porto acione a cláusula de opção de Jota. No entanto, na minha opinião não seria má notícia se o Atlético decidir renovar o empréstimo do jogador aos Dragões. No que se refere a André Silva, é um jovem jogador da formação, com margem de progressão e muito para aprender. Gostaria que ficasse e que evoluísse de azul e branco vestido, porque não gostaria que lhe acontecesse como a uns e outros que saíram do seu clube prematuramente e por muitos milhões, mas não conseguiram singrar nas equipas. O André é muito jovem e terá, por certo, tempo para esses grandes voos, mas creio que ainda é cedo para isso. Rui Pedro surgiu na equipa principal numa fase em que foi necessário outra opção para fazer os golos que não surgiam. É um jovem com larga margem de progressão e que na próxima época deverá evoluir, tranquilamente, entre a equipa B e a principal. Quanto a Corona, e fazendo a mesma análise que fiz com Herrera, gosto do jogador e gostaria que ficasse. É um jogador que em forma desequilibra e é útil no desenho de ataque da equipa. Mas não sei se o seu  percurso no FC Porto chegou ao fim. No que diz respeito a Brahimi, gostaria muito que continuasse de azul e branco, porque o seu talento, a sua magia, genialidade e imprevisibilidade  dão outro encanto ao futebol. Mas tenho a consciência de que é muito provável que haja clubes interessados em tê-lo nos seus planteis. Será, por isso, difícil o FC Porto segurar o argelino. E quanto a Depoitre, muito provavelmente seria um jogador útil e terá sido por isso que veio, mas não se adaptou e lamento muito isso. Entendo que como o FC Porto não poderá esperar a ver se na próxima época o jogador se adapta, creio que o melhor será o belga ir à sua vida e, se possível, haver retorno de parte do investimento.
Para além disso, nunca é demais lembrar que o FC Porto tem muitos e bons jogadores no plantel da equipa B que, mais cedo ou mais tarde, poderão entrar no plantel principal e, todos desejamos, brilhar ao mais alto nível. Basta estarem prontos e preparados para dar esse passo e o treinador entender que merecem a oportunidade. E nesse contexto, não será necessário o plantel da equipa principal ter um quarto central, por exemplo.
Aguardemos por o ainda longínquo fecho de mercado para saber como será o plantel da próxima época. Até lá, muitas notícias de saídas e entradas vão surgir, umas verdadeiras, outras bem falsas.


sábado, 27 de maio de 2017

Breve Nota Sobre Marco Silva



Tendo em conta esta notícia do OJOGO:
Para aqueles portistas que no final das últimas épocas disseram que Marco Silva era a melhor opção, espero que tenha ficado claro. Quando o projeto do Watford é mais aliciante do que ir a Liga dos Campeões... Por mim está tudo dito... Isto, claro, se por acaso foi opção para a próxima época...