domingo, 2 de outubro de 2011

Crónica e Análise: Académica 0 – FC Porto 3

1 – Crónica

FC Porto de Regresso às Vitórias

A Académica recebeu este Domingo o FC Porto em jogo a contar para a sétima jornada da Liga. No final do encontro verificou-se a vitória dos dragões por 0-3.

O FC Porto entrou em campo sabendo que a vitória o levaria de volta para o primeiro lugar, onde desde ontem já estava isolado o Benfica; por sua vez, a Académica entrou em campo sabendo que se vencesse ultrapassava os dragões na tabela classificativa. Vamos ao jogo, que até aos vinte e sete minutos foi muito equilibrado, porque Pedro Emanuel conhece demasiado bem os jogadores portistas e por isso tentou montar uma estratégia que anulasse os pontos fortes do FC Porto. Ao minuto vinte e três os dragões deram o primeiro sinal de perigo, Walter, na sequencia de um livre cobrado por Hulk, rematou ao lado da baliza da Académica. Mas ao minuto vinte e sete a estratégia do treinador da briosa caiu por terra, Walter inaugurou o marcador e simultaneamente fez o seu primeiro golo na liga no seu primeiro jogo a titular. Seis minutos depois o FC Porto ampliou a vantagem, desta vez foi James o autor do golo. Após o intervalo a Académica quis mostrar que não dava de barato a vitória portista, e Helton viu-se obrigado a fazer uma defesa de recurso para manter a vantagem. O terceiro golo dos dragões surgiu ao minuto cinquenta e oito e foi da autoria de Guarin, o colombiano finalizou uma jogada que iniciou-se nos pés do guarda-redes Helton. Helton que viu-se obrigado a fazer, mais uma vez, uma boa defesa. Depois Walter esteve próximo de fazer o quarto golo. Perto do final do encontro a Académica ficou reduzida a dez e por isso a defender mais, já o FC Porto continuou a pressionar.

Com esta vitória os dragões somam dezassete pontos e comandam a liga em igualdade pontual com o Benfica.

2 – Análise

O FC Porto regressou às vitórias num jogo que não se adivinhava fácil, não só devido à pressão que começava a existir devido aos resultados verificados nos últimos três jogos, mas também devido ao conhecimento que o treinador da Académica tem desta equipa. Gostei do jogo, ainda que acredite que esta equipa é capaz de fazer melhor, por exemplo: preferia que a bola andasse mais para a frente do que para traz ou que hulk partilhasse a bola mais vezes. Na minha opinião Vítor Pereira esteve bem na definição do onze inicial bem como nas alterações que efectuou. Objectivamente esta vitória foi importante para o grupo - vamos ver se acalma as hostes - e para a manutenção do primeiro lugar, ainda que partilhado com o Benfica. Agora é aproveitar a paragem para jogos das selecções para recuperar os lesionados, para recuperar fisicamente os que estão em baixo, para limar arestas que estão por limar e esperar que nenhum dos atletas que vai representar as selecções regresse lesionado. De salientar o fantástico apoio portista nas bancadas.

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

Tranquilo regresso à normalidade

Depois do nervosismo de três jogos sem ganhar, coisa rara no Dragão e da derrota na Rússia, junto ao desgaste fisíco de ter de jogar 45 minutos com 10, em S.Petersburgo, o jogo de Coimbra era muito importante e era fundamental ganharmos. Ganhamos, com clareza e justiça, mesmo que a exibição não fosse do outro mundo. Não era prioritário, os 3 pontos, sim.
Agora, com a cabeça mais limpa e outra tranquilidade, podemos trabalhar mais descansados, melhor e afinar a máquina para os importantes jogos que se adivinham, nomeadamente na Champions, onde os 2 confrontos com o Apoel são decisivos.

Beijinhos

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Após 3 partidas em que mais do que não vencer, jogamos mal, cometemos erros, ontem voltamos às exibições seguras, à Porto.

Fomos dominadores, tranquilos, entrámos na partida a saber o que queríamos.

O adversário era complicado, mas soubemos dominar e controlar o jogo.

Sem termos efectuado uma exibição deslumbrante, conseguimos dar um grito de revolta e conquistar 3 pontos importantes, após as vitórias de Benfica e Sporting.

Realce para as actuações de Guarin, James e Walter.
O jovem brasileiro sem ser aposta da equipa técnica ontem cumpriu e conseguiu marcar.
Gostei muito do seu discurso humilde no final do jogo. Walter é um homem de bom coração, mas que precisa do apoio do staff e companheiros para definitivamente se afirmar na equipa.

Agora vem uma paragem que vai permitir recuperar fisicamente e animicamente os atletas.

Depois da pausa, espera-se um Porto forte, que arranque para um ciclo de vitórias e com mais constância exibicional.

Mais uma vez os nossos adeptos foram incansáveis no apoio à equipa ... e ontem esta mereceu.

Abraço e boa semana

Paulo

pronunciadodragao.blogspot.com

Gaspar Ribeiro Lança disse...

Parecia o fim do mundo, e eu próprio não andava muito satisfeito. Dois empates e uma derrota como três últimos resultados não é algo a que estejamos muito habituados no Futebol Clube do Porto.

Com a pausa para os jogos das selecções pela frente era ainda mais importante garantir os três pontos, para não perdermos a liderança [ainda que por um golo...]. Não se esperava um jogo fácil, até porque a Académica atravessa uma boa fase - estava em causa o segundo lugar para a equipa dos estudantes -, e não o foi, de facto, mas ultrapassámos as dificuldades que nos foram postas.

Gaspar

incrédulo disse...

Temos e acredito que vamos recuperar o nosso ímpeto de vitória,este jogo com Académica e os expressivos 3-0 vieram afirmar que os nossos jogadores querem inverter esta situação menos boa dos últimos tempos.

Sinceramente estou confiante e acredito bastante na capacidade desta equipa.

FC Porto Sempre!